(C.Ⓐ-SP)Convergência Anarquista-Terrorismo Poético

terça-feira, 19 de abril de 2011

Revolucionário revolt's ultra rebelde!

Desde o ano passado,algumas pessoas tem se reunido em atos contra o aumento da tarifa dos transportes,na cidade de são paulo.Estes atos vinham sendo acompanhados por gente de toda faixa etária e todas as classes sociais.Era um movimento organizado voluntariamente,sem nenhum propósito politiqueiro.A intenção era impedir a pratica déspota da prefeitura da cidade,e coibir uma máfia,que já assassinou 12 sindicalistas,além de oferecer um serviço de péssima qualidade.
Nessa mobilização,envolveram-se e desenvolveram-se diversas frentes;anarquistas,socialistas,social democratas,até mesmo fascistas,stalinistas e nacionalistas.Dentro desse molho de ideias distintas,congruentes,divergentes e cansado de fazer parte de uma luta que perdera todo o objetivo,um dos participantes mais entusiasmados dessa manifestação,ao ver-se remando sozinho,ainda convicto de sua importancia na luta contra o estado,toma uma decisão radical.
Na madrugada do dia 17,durante um evento financiado por essa prefeitura corrupta,esse revolucionário,revolt's e ultra rebelde,vai até o viaduto Sta Efigênia,e num ato de solidariedade à causa que ele defendia,subiu no corrimão do viaduto,tirou do bolso seu bilhete único,gritou olhando em direção às pessoas que o olhavam:-NÃO AO MONOPÓLIO!
Voltou seu rosto em direção ao vale do anhangabau,e num salto para o infinito,ouviu-se o ultimo grito se afastando:MORTE Ao reiii......

3 comentários:

  1. Eu não sabia disso, mas tenho profunda admiração por essa pessoa. Não consigo entender a luta de outra forma, todas as lutas.
    Ricardo Aguieiras

    ResponderExcluir